sábado, 19 de maio de 2007

O oligopólio do livro escolar

O mercado do livro escolar português é oligopolista: 80% da quota de mercado está na posse de 3 empresas. E a concentração no mercado está a aumentar, na medida em que Miguel Pais do Amaral e o seu sócio holandês Nicolas Berggruen, proprietários desde o princípio do ano da Texto Editora, acordaram a compra da área escolar da Edições Asa. Aqueles investidores procuram ganhar dimensão e massa crítica com esta aquisição, segundo uma fonte próxima de Pais do Amaral, contactada pelas jornalistas que assinam a notícia do Público.

Qual pode ser o impacto sobre a edição de livros escolares e respectivo preço?

2 comentários:

Paideia disse...

Não temos muito q nos preocupar com o oligopólio em português: não tarda nada está tudo nas mãos dos espanhóis. Vamos todos ficar mais contentes.

Fábio List disse...

Ó mar salgado, quanto do teu sal
São lágrimas de Portugal!
Por te cruzarmos, quantas mães choraram,
Quantos filhos em vão rezaram!

Quantas noivas ficaram por casar
Para que fosses nosso, ó mar!
Valeu a pena? Tudo vale a pena
Se a alma não é pequena.

Quem quere passar além do Bojador
Tem que passar além da dor.
Deus ao mar o perigo e o abismo deu,
Mas nele é que espelhou o céu.

Fernando Pessoa, Mar português