quarta-feira, 22 de abril de 2009

Dúvida económica

O "paralelismo de comportamentos" que Manuel Sebastião da Autoridade da Concorrência encontrou no mercado de combustíveis líquidos é uma espécie de cartel informal? Num duopólio com simetria de condições produtivas e que enfrenta uma dada curva da procura, existem dois "paralelismos" de comportamento: a solução competitiva de Bertrand e a cartelização. Onde se encontra a indústria com o seu "paralelismo de comportamentos"?

2 comentários:

JP Santos disse...

O enigma é resolvido lendo o relatório da AdC (confesso que só li o sumário executivo) no qual se refere que se observa um "paralelismo de comportamentos" mas que este paralelismo não indicia uma prática concertada de fixação horizontal (sic) de preços uma que que a homogeneidade dos produtos e a transparência dos mercados faz com que todos os operadores saibam tudo sobre os preços relevantes em tempo real. Ou seja, parece que as caracteristicas de mercado tornam "desnecessária" qualquer concertação formal.

Fábio disse...

Sim, mas mesmo assim o paralelismo pode redundar na prática de preços tipo cartel (mesmo sem uma concertação formal). Pode ser uma espécie de dilema do prisioneiro em que todos os agentes têm "confiança" que os outros se vão portar "correctamente". Por outras palavras, ninguém "parte" os preços altos que todos fixam (o meu comentário está cheio de aspas, deve ser do tema).